Associação Brasileira das Pequenas e Médias Cooperativas e Empresas de Laticínios

Universidade Brasileira do Leite

Uma iniciativa do G100, criada com o objetivo de treinar técnicos do setor lácteo, na modalidade EAD, com baixo custo e cursos diversificados, ministrados por professores especialistas em suas áreas de atuação. A UBL oferece cursos específicos para uma determinada associada e cursos abertos ao público em geral.

Fil Brasil

Com o objetivo de fazer parte das discussões e elaboração das Normas Técnicas da FIL/IDF – entidade existente há 116 anos - que impactam na regulamentação internacional e nacional do leite e de seus produtos lácteos, com presença no “Codex Alimentarius”. O Comitê Brasileiro – CB-FIL/IDF foi lançado em fevereiro de 2019, processo liderado pelo G100 com apoio de suas associadas e outras entidades do setor.

BRASÍLIA FEST LEITE

O G100 em parceria com a Frente Parlamentar em Defesa da Bovinocultura de Leite da Câmara dos Deputados - promove desde 2015 o Brasília FestLeite - seminário dedicado à palestras, degustação de lácteos e ao debate da cadeia produtiva do leite, com vistas a uma análise de todas as etapas de produção, comercialização e consumo do leite, do produtor até a mesa do consumidor.

Livros | Artigos

Livros e Artigos – O G100 entende que a publicação ou tradução de conteúdo técnico é uma forma de contribuir com a produção de conhecimento, visando uma melhoria continua de todos os envolvidos na cadeia produtiva.

MISSÕES INTERNACIONAIS

Com o objetivo desenvolver ações de Benchmarking e promover maior aproximação e união entre o corpo associativo.

previous arrow
next arrow
Slider

O porquê dos Workshops? 

Criada a associação em 2004, e iniciada as suas atividades logo se defrontou com a necessidade de  conhecer detalhadamente tudo sobre as legislações que regulamentam o setor lácteo ou que sejam importantes para definição de suas ações políticas em prol do desenvolvimento harmônico de suas associadas. Frente a diferentes opiniões existentes no setor a respeito de qual fato era prioritário em cada uma das áreas regulamentadas, decidiu-se fazer um Workshop para cada um dos temas que preocupavam o G100, quais : Tributária Federal; Higiênico-Sanitária; Concentração do Grande Varejo; Capital de Giro; Comércio Internacional, entre outros. Esses temas seriam permanentemente pautados pelo G100 para sempre perpetuar o debate.

Os Workshops foram um grande sucesso, todos tiveram enorme participação das associadas e do público convidado. Foram realizados os seguintes Workshops: Pis e Cofins, com livro publicado sobre “Normas e Procedimentos Legais Sobre PIS e COFINS em Leite e Produtos Lácteos”; Em seguida, sobre legislações lácteas, “Procedimento e Normas para Registro de Leites , Produtos Lácteos e suas Rotulagens", com livro publicado e inclusive gerando 2ª edição; A preocupação das associadas era, como exportar? Respondeu-se com livro publicado:“Procedimentos e Normas para Exportação de Produtos Lácteos”.

Foi realizado um Workshop sobre qualidade do leite e se traduziu e publicou-se em português o livro da FAO sobre “ Leite e Produtos Lácteos na nutrição humana” . Foram realizados outros Workshops:

1- Sobre a necessidade de entender os mecanismos existentes para financiamento de capital de giro e financiamento em prol do crescimento das associadas- com participação do BNDES – BANCO DO BRASIL – SPA/MAPA;  

2- Como apoiar os produtores de leite a ganharem com a produção de leite. Foram realizados workshops sobre esse tema nas regiões Centro-Oeste ( GOIÁS- Fazenda Pró Campo Piracanjuba) ;

2-1 @Sobre  Palma forrageira no Sergipe, com o Mestre Paulo Suassuna/ Sebrae-SE; 

2-2 Workshop na Embrapa Gado de Leite em Juiz de Fora /MG; 2-3 Workshops itinerante pelos Estados do PR;SC;RS com visitas a onze sistemas diferentes de produção de leite.

3 – Entender como agem as grandes redes de varejo foi objeto de mais um workshop que reuniu muitas “expertises” e deixou claro quais seriam as ações a serem levadas em frente nessa área, entre vários outros.  

Que venham mais workshops e consequentemente, mais conhecimento para o público e a ampliação do debate dos produtos lácteos.