MISSÃO CHINA – MAIO DE 2012.

Missão G100 à China – 2012. Em parceria com o DPIA/SRI/DENACOOP/MAPA.
Compôs a missão: Associados ao G100, Assessor de Logística,  Intérpretes, Representantes do MAPA.

No anseio pela curiosidade de conhecer outras culturas e nações e principalmente a produção leiteira do mundo, o G100 fez as malas e viajou mais de 24 horas para ver de perto uma das grandes potências mundiais: A China.  No mês de maio de 2012, o grupo percorreu cidades chinesas como Shangai, Hohhot e Pequim, deparando com uma diferente cultura e vendo de perto como funcionam os quatro maiores laticínios da China, páis que produziu em 2010 cerca de 34,6 bilhões de litros.

Ao chegar às terras orientais, o grupo teve a oportunidade de conhecer a agência chinesa HTDC, uma espécie de “ApexBrasil”, e foram ao porto da cidade. A programação em Shangai incluía visita ao terceiro maior laticínio chinês“especilizado em queijos.” – Bright Dairy e Foods. Além disso, o G100 separou três dias na cidade chinesa para participar da Feira Alimentos SIAL China, em que participaram no stand brasileiro junto com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

Após os primeiros dias de contato com a cultura e produção leiteira no China, o grupo foi rumo à cidade de Hohhot, localizada mais ao norte do país, é a capital da região autônoma da Mongólia interior. Na cidade, os produtores de leite brasileiros viram como funciona o primeiro e o segundo maior laticínio da China: Mengniu Dairy Limited e  Inner Mongolia Yili Industrial group co.

A última cidade visita pelo G100 na China foi Pequim, Beijing. Lá, os visitantes aproveitaram para realizar um passeio pelos principais monumentos da cidade, como a Praça da Paz Celestial e a Grande Muralha da China. Além dos pontos turísticos, foram conhecer o quarto maior laticínio chinês -Indústria Sanyuan Foods.

– Roteiro da viagem

– Produção de Leite na China

– Curiosidades sobre a China

 
Regiões visitadas: – Pequim, – Mongólia Interior, – Xangai, – Hong Kong.
Algumas considerações: República Popular da China (RPC), maior país da Ásia Oriental, o mais populoso do mundo, uma república socialista governada pelo Partido Comunista da China sob um sistema de partido único e tem jurisdição sobre 22 províncias. Uma grande potência, a segunda maior economia do mundo, membro permanente: – do Conselho de Segurança da ONU, – da OMC, – da APEC, – do G-20, – do BRIC, – e da Organização para Cooperação de Xangai.O Brasil e a China mantêm relações diplomáticas desde 1974. Em 2011 a China superou o EUA como maior parceira comercial do Brasil, saindo de 11ª para 1°l ugar no ranking. A China tornou-se também a maior compradora de produtos agropecuários brasileiros.
 

Visitas em Pequim:

Universidade de Agricultura de Pequim (Campus Oeste); – Centro Nacional de Qualidade do Leite da China; Supermercados com interesse nas promoções, diversidades de produtos lácteos, embalagens e triagens de preços;  Centro de Negócios da China/Apex-Brasil – que auxiliam na instalação de empresas brasileiras interessadas no mercado chinês; – Embaixada do Brasil – possui um departamento de promoção comercial.

Indústria Sanyuan Foods 4º lugar no ranking das empresas chinesas, estatal, produz: – Leite pasteurizado; – UHT; – leite com cereais; – iogurtes em diversas embalagens e volumes. Possui 6 fábricas em toda a china e quatro bases de desenvolvimento de produtos, mais de 200 produtos, está presente em 100 cidades.

Indústria Sanyuan Foods  3ª maior empresa de alimentos estatal. Em Pequim recebe cerca de 300 mil litros. Produz cerca de 70/80% do queijo chinês.  Utiliza sistema integrado com produção própria, em 40 fazendas ao redor da China.

Mongólia

Algumas considerações: Mongólia Interior, Capital: Hohhot, região autônoma ao norte do país. Área de 1,2 milhões de km² concentra as maiores pastagem natural (73%) da China.  Com apenas 24 milhões de habitantes.  Maior rebanho leiteiro do país. Maior produtora de leite na China, precipitação pluviométrica é de 500 mm por ano.  A região tem grande parte tomada por desertos. Possui longo inverno chegando a temperaturas de até -30°C. Na capital estão sediadas as duas maiores empresas de lácteo do país, Mengniu e a Yili.  As duas dominam 60% do mercado.

 Inner Mongolia Yili Industrial Group Co –  grupo Yili atua no mercado por meio de cinco unidades de negócio: – Leite cru, – Leite empacotado (principalmente UHT), – Sorvetes, – Leite em pó, – Iogurte.  A sede está em Jinchan, na cidade de Hohhot. Possui 200 fazendas e um centro de pesquisa de leite.  Tem 100 produtos distribuídos através de 130 filiais .  Os produtos (todos com a marca Yili) comercializados incluem: – Picolé, – Sorvetes, – Leite em pó, – Chá com leite em pó, – Leite esterilizado, – Iogurte e – Queijos.

Inner Mongolia Yili Industrial Group Co – o grupo tem principais subsidiárias e associadas.  Em 2009 iniciaram a maior base de produção de leite em pó da Ásia, em Tumd Left Banner. A fábrica de leite em pó é totalmente automatizada, com capacidade de 2 milhões de leite UHT por dia.  A fazenda é uma espécie de cooperativa na qual cada família é responsável por 10 a 15 vacas ordenhadas em sala de ordenha mecânica comunitária.

China Mengniu Dairy Company Limited  – processa e distribuem produtos lácteos em toda a China a companhia produz: • Exceto os queijos que são da marca Distingue os outros produtos todos são da marca Mengniu. • É localizada em 15 das 22 províncias e possui 23.500 empregados.

China Mengniu Dairy Company Limited –  Tem capacidade de produção de 5 milhões em  lácteos por ano, o que corresponde por 35% do mercado. possui 11 fazendas com 11.000 vacas em cada uma. Capta anualmente 13 bilhões de litros de leite de 3 milhões de pequenos produtores. • Estruturou 200 centros de ordenhas com equipamentos DeLaval. • É capaz de produzir cerca de 10 milhões de leite UHT por dia, sendo que 60% das fazendas próprias e 40% comprado de pequenos produtores com média de 2 a 5 vacas.

Xangai – maior e mais dinâmica cidade, possui o maior porto, maior população, maior renda.

Visitas:Bright Dairy e Foods, o terceiro maior Laticínio da China.

Participação das associadas ao G100 no stand do Brasil na SIAL/China 2012 – The Asian Food Marketplace

Hong Kong  – Região Administrativa Especial da China, ex-colônia do Império Britânico até 1997.  Hong Kong tem um “alto grau de autonomia” em todas as áreas, exceto política externa e defesa.  É um centro financeiro internacional, com uma economia capitalista, tendo uma das economias mais liberais do mundo.

Visita:
CCPIT – China Council for the Promotion of International Trade – www.ccpitjs.org (empresa com função igual a Apex Brasil)
Estrutura portuária
Visita a cidade
Fontes: Relatório  G100 de viagem à China; do Centro de Excelência do Leite; • Palestras proferidas por membros da comitiva chinesa realizada em julho de 2011 no Congresso Internacional de Leite – Juiz de Fora/MG; e Internet.